Avançar para o conteúdo principal

Vídeo do Mês

Viva la Vida: Coldplay



Em 2008, quando os Coldplay estrearam o vídeo promocional da música "Viva la Vida", já o tema circulava por todo o mundo e batia recordes de downloads e vendas, acumulando a liderança das tabelas de vendas do Reino Unido e dos E.U.A.. Pleno de simbolismo histórico, religioso e filosófico, o tema dá voz ao elogio da banda ao Homem-Fénix e ...Viva la Vida!

Por Maria Coutinho


O álbum "Viva la Vida or Death and All His Friends" representa um ponto de viragem na carreira da banda de Chris Martin, que aqui iniciou um novo ciclo. Isto depois de os três primeiros álbuns constituírem, segundo os próprios autores, uma trilogia coesa, agora finda.

Quem esperava o velho estilo de rock alternativo do grupo foi decerto surpreendido por esta nova sonoridade. A titulo de exemplo, Chris Martin e companhia já foram catalogados pela imprensa como art-pop, pop de câmara, ou pop barroco, de tal forma se destacam na composição os instrumentos de orquestra que, em Viva la Vida, chegam a marcar a progressão musical do tema.

Há toda uma gama de novas cores musicais neste trabalho, cores mais quentes que deixam para trás uma nota de melancolia que, de certa forma, caracterizou a infância e adolescência da banda. Celebrando a Liberdade de mudar (Não será por acaso que o quadro "Liberdade Conduzindo o Povo" de Delacroix figura não só na capa do álbum, mas nos dois vídeos oficiais do single), os Coldplay entram na idade adulta com uma maturidade que impressiona, onde cada pormenor foi estudado e executado com grande profissionalismo.

Desde os arranjos do produtor Brian Eno e de Davide Rossi, violinista, à originalidade do lançamento exclusivo pelo iTunes, da manobra do marketing conjunto com a Apple, às abundantes entrevistas dos elementos da banda, tudo se junta à qualidade das letras e das composições, e o resultado é um êxito estrondoso nas vendas e na imprensa. Foi assim que o single, o álbum, a voz e a própria banda foram brindados com nomeações, prémios outros galardões de tudo o que havia para ganhar na cena musical internacional.

Entre 2007 e 2009 eles "limparam" cinco Grammy Awards, dois Q Awards (um deles o de "Melhor artista no mundo actualmente", lideraram tabelas de vendas, bateram recordes de downloads, e o álbum "Viva la Vida or Death and All His Friends" foi mesmo considerado pela BBC como "um dos registos mais vendidos da história no Reino Unido".

O vídeoclip realizado por Hype Williams para o tema "Viva la Vida", que estreou em Agosto de 2008 no site oficial da banda, tinha, assim, caminho aberto para se tornar, ele próprio, num grande sucesso, e foi isso mesmo que aconteceu. O vídeo tornou-se num dos mais vistos do Youtube, tendo registado mais de 60.000.000 de visualizações. Talvez assim se explique o facto (não tão frequente quanto isso no universo musical), de o tema ter merecido honras de lhe ser realizado um segundo vídeo oficial .

E assim se coroou o êxito do tema cujo título foi inspirado directamente no quadro de Frida Khalo que se intitula, nem mais nem menos, do que "Viva la Vida" - pintado nas mesmas cores vibrantes e quentes que podemos reconhecer na obra destes novos Coldplay.




 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Foto da Semana

Iggy Pop Foto:Annie Leibovitz

Sitiados no Luso Vintage

Link da imagem


Sob a égide de João Aguardela, um talento musical falecido em 2009, nasceu nos finais dos anos 80 uma banda que trouxe para o panorama do rock português a música tradicional. Os Sitiados marcaram (e ainda conquistam) gerações, com novos sons e sobretudo, muito talento e atitude.



Por Gabriela Chagas


O tema “Esta vida de marinheiro” (vendeu mais de 40 mil cópias) é um dos exemplos desse novo som da década. Desapareceram em 2000 , mas deixaram-nos a sua herança. Sitiados, a banda hoje em destaque no Lusovintage do Som à Letra foi beber à tendência sonora dos irlandeses The Pogues.


José Resende (Guitarra), João Aguardela (Voz) e Mário Miranda (Baixo), todos eles ex-Meteoros, juntaram-se assim ao baterista Fernando Fonseca.

À semelhança de outras bandas emblemáticas dos anos 80, os Sitiados também marcaram presença no Rock Rendez Vous. Dinamizados por João Aguardela, concorrem ao 5º Concurso de Música Moderna do Rock Rendez-Vouz e ficam em 2º lugar, atrás da banda do seu primo Ar…

Cesário Verde

 Link da imagem
Poeta pintor, poeta repórter

Cesário Verde é um poeta do século XIX que se enquadra na estética realista, ainda que nas suas produções poéticas esteja presente a influência de outras correntes como o Parnasianismo, o Impressionismo e o Surrealismo. Para o autor, o mundo externo conta de modo pimacial , e é através da "descrição" deste mundo (mutável e miscelâneo) que lhe podemos conferir a designação do poeta repórter e poeta pintor.

Por Irene Leite 


Recorrendo ao poema ,  "Num Bairro Moderno" , podemos confirmar esse gosto pela descrição: "Dez horas da manhã; uma casa apalaçada ; pelos jardins estancam-se as nascentes". Ao descrever e relatar esta paisagem , o autor recorre à técnica cinematográfica do corte e da montagem de acontecimentos justapostos, ressaltando-se o seu carácter deambulatório , o que nos leva à conclusão de que Cesário Verde é um poeta repórter. 


No entanto, a sua poesia caracteriza-se também pela existência de uma …