Avançar para o conteúdo principal

Parabéns António Sérgio!

 Link da imagem 


Hoje o lobo completaria 61 anos. A partir das 21h na nossa página no facebook, temos edição dedicada a António Sérgio. Por umas horas vamos passar "à frente" e "não à letra" , ao visitar uma das tabelas deste programa marcante da rádio portuguesa (Som da Frente). Estávamos a 17 de Dezembro de 1985.  

Por Irene Leite 






01. Felt - Primitive Painters




02. Propaganda - P-Machinery
03. The Clash - This Is England
04. The Waterboys - Don't Bang The Drum
05. The Cure - Close To Me



06. The Cult - Rain
07. The Long Ryders - Looking For Lewis and Clarke
08. Sisters of Mercy - Temple of Love
09. The Alarm - Strength
10. Kate Bush - Watching You Without Me
11. Thompson Twins - King For A Day




12. Prefab Sprout - Appetite
13. The Pogues - Dirty Old Town

14. Cruzados - Motorcycle Girl
15. Gene Loves Jezebel - Cow
16. The Men They Couldn't Hang - The Green Fields of France
17. Clan of Xymox - A Day



18. The Danse Society - Say It Again
19. Feargal Sharkey - Loving You
20. U2 - Bad (Live)

António Sérgio morreu a 1 de novembro de 2009, aos 59 anos . A sua casa era a Radar ao comando do programa "Viriato 25". 

O lobo estreou-se na Rádio Renascença e tornou-se famoso com programas de autor como "Rotação", "Som da Frente", "Lança-Chamas", "Grande Delta" e "A Hora do Lobo".

Comentários

  1. Grande António Sérgio,o melhor radialista que jamais ouvi,e andei 14 anos pelo estrangeiro...Nos meus teens não sei quantas grandes bandas me foram apresentadas pelo enorme acto de classe que era a rádio deste homem.A sua voz ecoa ainda na minha mente,o timbre único,as pausas ritmadas.Falava pouco e bem como só os grandes sabem.As minhas saudades do inesquecível "Som da Frente" são a melhor homenagem que hoje lhe posso prestar.Obrigado António Sérgio!.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Sitiados no Luso Vintage

Link da imagem


Sob a égide de João Aguardela, um talento musical falecido em 2009, nasceu nos finais dos anos 80 uma banda que trouxe para o panorama do rock português a música tradicional. Os Sitiados marcaram (e ainda conquistam) gerações, com novos sons e sobretudo, muito talento e atitude.



Por Gabriela Chagas


O tema “Esta vida de marinheiro” (vendeu mais de 40 mil cópias) é um dos exemplos desse novo som da década. Desapareceram em 2000 , mas deixaram-nos a sua herança. Sitiados, a banda hoje em destaque no Lusovintage do Som à Letra foi beber à tendência sonora dos irlandeses The Pogues.


José Resende (Guitarra), João Aguardela (Voz) e Mário Miranda (Baixo), todos eles ex-Meteoros, juntaram-se assim ao baterista Fernando Fonseca.

À semelhança de outras bandas emblemáticas dos anos 80, os Sitiados também marcaram presença no Rock Rendez Vous. Dinamizados por João Aguardela, concorrem ao 5º Concurso de Música Moderna do Rock Rendez-Vouz e ficam em 2º lugar, atrás da banda do seu primo Ar…

Foto da Semana

Iggy Pop Foto:Annie Leibovitz

Cesário Verde

 Link da imagem
Poeta pintor, poeta repórter

Cesário Verde é um poeta do século XIX que se enquadra na estética realista, ainda que nas suas produções poéticas esteja presente a influência de outras correntes como o Parnasianismo, o Impressionismo e o Surrealismo. Para o autor, o mundo externo conta de modo pimacial , e é através da "descrição" deste mundo (mutável e miscelâneo) que lhe podemos conferir a designação do poeta repórter e poeta pintor.

Por Irene Leite 


Recorrendo ao poema ,  "Num Bairro Moderno" , podemos confirmar esse gosto pela descrição: "Dez horas da manhã; uma casa apalaçada ; pelos jardins estancam-se as nascentes". Ao descrever e relatar esta paisagem , o autor recorre à técnica cinematográfica do corte e da montagem de acontecimentos justapostos, ressaltando-se o seu carácter deambulatório , o que nos leva à conclusão de que Cesário Verde é um poeta repórter. 


No entanto, a sua poesia caracteriza-se também pela existência de uma …