Avançar para o conteúdo principal

Peixe : Avião no Inovaluso

 Link da imagem

Ainda estão a dar os primeiros passos, mas com Som e Letra de qualidade na bagagem, suficientes para contar uma estória. Chamam-se Peixe:Avião, e o tema “no jogo da quimera” é o cartão de visita para o Inovaluso desta semana.

Por Gabriela Chagas

A pele ruboriza

Uma febre de morte

Como cruel quimera

Que pelos ombros segura

É assim que começa um dos últimos sucessos da banda bracarense Peixe: Avião. André Covas (guitarras e sintetizador), José Figueiredo (baixo e mellotron), Luís Fernandes (guitarras e electrónica), Pedro Oliveira (bateria e percussão) e Ronaldo Fonseca (voz e sintetizador) são os responsáveis por esta formação.

Ainda pouco mediática,  mas a trilhar um caminho consistente, esta banda tem vindo a conquistar o seu próprio espaço no panorama musical português. Som a som, letra a letra. Com sentido. E a pele ruboriza mesmo…

“No jogo da Quimera” é o primeiro single do segundo álbum de originais da banda intitulado “Madrugada”, mais um sucesso de um grupo nascido há três anos.

A banda constituiu-se em Braga no verão de 2007, arrancando assim com um EP “Finjo a fazer de conta feito peixe: avião” e depressa tornou-se apetecível para integrar a colectânea “novos talentos FNAC” em 2008.

À semelhança de outros grupos  e músicos que integram estas colectâneas , aos Peixe:avião foi dada a possibilidade de gravar um primeiro álbum de longa duração . O resultado: o registo 40.02.

A crítica gostou do trabalho e os festivais apostaram neles também. Super Bock em stock 2008 convidou-os assim como o fez a FNAC para a comemoração do seu 10º aniversário em Portugal, no Pavilhão Atlântico.

Esta banda de género pop/rock electrónico entrou na senda do sucesso e com uma maturidade anotada desde o início.

O primeiro álbum foi considerado o disco do ano para a RUC e o quinto disco de 2008 para os leitores da revista Blitz . O segundo trabalho editado em 2010 vai pelo mesmo caminho.

 "Madrugada", o sucessor de "40.02" foi gravado e co-produzido nos estúdios Valentim de Carvalho por Nélson Carvalho e chegou às lojas em Setembro de 2010.


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Sitiados no Luso Vintage

Link da imagem


Sob a égide de João Aguardela, um talento musical falecido em 2009, nasceu nos finais dos anos 80 uma banda que trouxe para o panorama do rock português a música tradicional. Os Sitiados marcaram (e ainda conquistam) gerações, com novos sons e sobretudo, muito talento e atitude.



Por Gabriela Chagas


O tema “Esta vida de marinheiro” (vendeu mais de 40 mil cópias) é um dos exemplos desse novo som da década. Desapareceram em 2000 , mas deixaram-nos a sua herança. Sitiados, a banda hoje em destaque no Lusovintage do Som à Letra foi beber à tendência sonora dos irlandeses The Pogues.


José Resende (Guitarra), João Aguardela (Voz) e Mário Miranda (Baixo), todos eles ex-Meteoros, juntaram-se assim ao baterista Fernando Fonseca.

À semelhança de outras bandas emblemáticas dos anos 80, os Sitiados também marcaram presença no Rock Rendez Vous. Dinamizados por João Aguardela, concorrem ao 5º Concurso de Música Moderna do Rock Rendez-Vouz e ficam em 2º lugar, atrás da banda do seu primo Ar…

Foto da Semana

Iggy Pop Foto:Annie Leibovitz

Cesário Verde

 Link da imagem
Poeta pintor, poeta repórter

Cesário Verde é um poeta do século XIX que se enquadra na estética realista, ainda que nas suas produções poéticas esteja presente a influência de outras correntes como o Parnasianismo, o Impressionismo e o Surrealismo. Para o autor, o mundo externo conta de modo pimacial , e é através da "descrição" deste mundo (mutável e miscelâneo) que lhe podemos conferir a designação do poeta repórter e poeta pintor.

Por Irene Leite 


Recorrendo ao poema ,  "Num Bairro Moderno" , podemos confirmar esse gosto pela descrição: "Dez horas da manhã; uma casa apalaçada ; pelos jardins estancam-se as nascentes". Ao descrever e relatar esta paisagem , o autor recorre à técnica cinematográfica do corte e da montagem de acontecimentos justapostos, ressaltando-se o seu carácter deambulatório , o que nos leva à conclusão de que Cesário Verde é um poeta repórter. 


No entanto, a sua poesia caracteriza-se também pela existência de uma …