Avançar para o conteúdo principal

Anna Calvi em Modo Pop



Virtuosa na guitarra e dotada de uma sensibilidade fora do comum, Anna Calvi é  um dos nomes que figura no cartaz do festival Optimus Alive 2011 e irá  actuar no dia 6 de Julho no Palco Super Bock, juntamente com Patrick Wolf e James Blake. Razões de sobra para assistir ao concerto de Anna Calvi? É favor ler o artigo… 

Por Susana Terra 


Com um único álbum editado, Anna Calvi está em ascensão meteórica nas lides musicais. Filha de pai italiano e mãe londrina, é dona de um eclético e apurado gosto musical que, vertido nas suas composições, resulta numa matiz de estilos tão diversos como o flamenco, a música clássica e o rock. O pano de fundo da sua originalidade, para além da forma peculiar como manipula a Fender Telecaster, é a sua sublime voz, ora doce ora crivada de insanidade. 

Anna Calvi começou por se dedicar às covers dos seus ídolos – da “Sound & Vision” de Bowie à “Joan of Arc” de Leonard Cohen – e rapidamente Brian Eno apostou no génio da artista, apelidando-a numa entrevista como "the biggest thing since Patti Smith”. Não tardou que iniciasse as suas primeiras gravações, em 2010 a cargo de Rob Ellis, o famoso produtor de PJ Harvey. “Jezebel” e “Moulinette” são as suas canções primogénitas a conhecer a luz do dia. Sendo considerada uma lufada de ar fresco no panorama da música no feminino, Calvi foi nomeada para o influente prémio BBC Sound of 2011. 

A inegável qualidade da sua música, a par das intensas performances carregadas de sedução, de misticismo e de uma energia sem par, cedo transportaram Calvi para a abertura de concertos dos Interpol, Artic Monkeys e até dos Grinderman numa tour europeia e a pedido pessoal de Nick Cave.

Com o selo da Domino Records, o álbum “Anna Calvi” foi lançado em Janeiro e conta com os singles “Desire” e “Blackout”.  

Anna Calvi é seguramente uma figura impar nesta geração de artistas e conquistou já o seu lugar muito próprio. Multifacetada e munida de um dom fora de comum será sem dúvida um nome a reter no actual panorama musical. 

Convencidos? A não perder no dia 6 de Julho, no Passeio Marítimo de Algés.
 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Foto da Semana

Iggy Pop Foto:Annie Leibovitz

Sitiados no Luso Vintage

Link da imagem


Sob a égide de João Aguardela, um talento musical falecido em 2009, nasceu nos finais dos anos 80 uma banda que trouxe para o panorama do rock português a música tradicional. Os Sitiados marcaram (e ainda conquistam) gerações, com novos sons e sobretudo, muito talento e atitude.



Por Gabriela Chagas


O tema “Esta vida de marinheiro” (vendeu mais de 40 mil cópias) é um dos exemplos desse novo som da década. Desapareceram em 2000 , mas deixaram-nos a sua herança. Sitiados, a banda hoje em destaque no Lusovintage do Som à Letra foi beber à tendência sonora dos irlandeses The Pogues.


José Resende (Guitarra), João Aguardela (Voz) e Mário Miranda (Baixo), todos eles ex-Meteoros, juntaram-se assim ao baterista Fernando Fonseca.

À semelhança de outras bandas emblemáticas dos anos 80, os Sitiados também marcaram presença no Rock Rendez Vous. Dinamizados por João Aguardela, concorrem ao 5º Concurso de Música Moderna do Rock Rendez-Vouz e ficam em 2º lugar, atrás da banda do seu primo Ar…

Cesário Verde

 Link da imagem
Poeta pintor, poeta repórter

Cesário Verde é um poeta do século XIX que se enquadra na estética realista, ainda que nas suas produções poéticas esteja presente a influência de outras correntes como o Parnasianismo, o Impressionismo e o Surrealismo. Para o autor, o mundo externo conta de modo pimacial , e é através da "descrição" deste mundo (mutável e miscelâneo) que lhe podemos conferir a designação do poeta repórter e poeta pintor.

Por Irene Leite 


Recorrendo ao poema ,  "Num Bairro Moderno" , podemos confirmar esse gosto pela descrição: "Dez horas da manhã; uma casa apalaçada ; pelos jardins estancam-se as nascentes". Ao descrever e relatar esta paisagem , o autor recorre à técnica cinematográfica do corte e da montagem de acontecimentos justapostos, ressaltando-se o seu carácter deambulatório , o que nos leva à conclusão de que Cesário Verde é um poeta repórter. 


No entanto, a sua poesia caracteriza-se também pela existência de uma …