Avançar para o conteúdo principal

Sean Riley & The Slowriders no Inovaluso





Viagem garantida

São portugueses, com casa no folk, country e blues. Têm conquistado  plateias e apesar do pouco tempo de vida, caminham já para o terceiro álbum de originais. Sean Riley &The Slowriders no Inovaluso desta semana.

Por Gabriela Chagas

Afonso Rodrigues, songwriter e a voz, se me permitem fantástica, começou por escrever canções sozinho, sob o alter-ego Sean Riley. A ele juntou-se Bruno Simões (baixo, guitarra, melódica) e Filipe Costa (órgão, piano, baixo, guitarra, bateria, harmónica). Por ultimo, Filipe Rocha. (bateria, contrabaixo).

Tudo começou em 2007, quando o tema “Moving On”de Sean Riley & TheSlowriders fez parte do CD “Novos Talentos Fnac 2007”.

Mais tarde acabou por ser incluído no primeiro álbum da banda Farewell”, onze canções, com potencial para se tornarem clássicos onde se cruzam a folk, o country, o rock e os blues.

O primeiro grande passo foi dado. Depois da opção de não gravar em solo americano com o mítico Kim Fowley (Jonathan Richman & The Modern Lovers, Soft Machine e The Runaways), a banda encontrou em Nelson Carvalho  o aliado perfeito.   É assim editado o álbum Only Time Will Tell com 12 canções das inúmeras composições de Sean Riley.

Foi considerado um dos melhores de 2009 pela revista BLITZ e também pelos seus leitores. Basta pensar no tema “This Woman”, que ficamos de imediato rendidos à atmosfera envolvente que o tema proporciona, para além da solidariedade com a personagem principal da canção, cativo de um amor complicado.



Mas há muito mais para descobrir e viajar. Houses and Wives e Talk Tonight seguem com o espírito, agora num registo bem mais descontraído, como manda a folk.



Lisboa (Cinema S. Jorge, 31 de Maio), Coimbra (Teatrão, 2 de Junho) e Porto (Hard Club, 3 de Junho) serão as primeiras cidades a receber a banda para a apresentação do álbum.

Comentários

  1. Já tive oportunidade de os ver ao vivo no algarve e fiquei muito surpreso com actuação deles.
    Não os conhecias mas foi um excelente concerto, grande banda :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Sitiados no Luso Vintage

Link da imagem


Sob a égide de João Aguardela, um talento musical falecido em 2009, nasceu nos finais dos anos 80 uma banda que trouxe para o panorama do rock português a música tradicional. Os Sitiados marcaram (e ainda conquistam) gerações, com novos sons e sobretudo, muito talento e atitude.



Por Gabriela Chagas


O tema “Esta vida de marinheiro” (vendeu mais de 40 mil cópias) é um dos exemplos desse novo som da década. Desapareceram em 2000 , mas deixaram-nos a sua herança. Sitiados, a banda hoje em destaque no Lusovintage do Som à Letra foi beber à tendência sonora dos irlandeses The Pogues.


José Resende (Guitarra), João Aguardela (Voz) e Mário Miranda (Baixo), todos eles ex-Meteoros, juntaram-se assim ao baterista Fernando Fonseca.

À semelhança de outras bandas emblemáticas dos anos 80, os Sitiados também marcaram presença no Rock Rendez Vous. Dinamizados por João Aguardela, concorrem ao 5º Concurso de Música Moderna do Rock Rendez-Vouz e ficam em 2º lugar, atrás da banda do seu primo Ar…

Foto da Semana

Iggy Pop Foto:Annie Leibovitz

Cesário Verde

 Link da imagem
Poeta pintor, poeta repórter

Cesário Verde é um poeta do século XIX que se enquadra na estética realista, ainda que nas suas produções poéticas esteja presente a influência de outras correntes como o Parnasianismo, o Impressionismo e o Surrealismo. Para o autor, o mundo externo conta de modo pimacial , e é através da "descrição" deste mundo (mutável e miscelâneo) que lhe podemos conferir a designação do poeta repórter e poeta pintor.

Por Irene Leite 


Recorrendo ao poema ,  "Num Bairro Moderno" , podemos confirmar esse gosto pela descrição: "Dez horas da manhã; uma casa apalaçada ; pelos jardins estancam-se as nascentes". Ao descrever e relatar esta paisagem , o autor recorre à técnica cinematográfica do corte e da montagem de acontecimentos justapostos, ressaltando-se o seu carácter deambulatório , o que nos leva à conclusão de que Cesário Verde é um poeta repórter. 


No entanto, a sua poesia caracteriza-se também pela existência de uma …