Avançar para o conteúdo principal

Coldfinger no Inovaluso




Na viragem para este milénio surgiu em Portugal um projecto musical inovador e que atesta a qualidade da música produzida em terras lusas. Margarida Pinto e Miguel Cardona são os mentores dos Coldfinger.

Por Susana Terra 

Em 1999 Margarida Pinto (voz) e Miguel Cardona (guitarra) fundam os Coldfinger.  A este núcleo duro ocupado com a composição, escrita e produção dos temas juntaram-se António Lopes (baixo), Nuno Pessoa (bateria) e Ruca (programação e synths).

 Ao longo dos tempos, diversos amigos e outros músicos contribuíram para a formação da “alma” dos Coldfinger. Pedro Gonçalves (baixo/contrabaixo), Sérgio Nascimento (bateria), João Cardoso (teclas), Sara (segunda voz), DJ Cruzfader e DJ Ride (scratch) são alguns dos nomes de músicos que colaboram regularmente com o grupo, seja em concerto, seja na gravação de novos materiais.

A doce voz de Margarida é perfeita para a electrónica sofisticada dos Coldfinger, a beat mais groovy ou o cheirinho a hip-hop conferem uma singular sonoridade ao projecto. Se pudéssemos “encaixar” a variedade sonora dos Coldfinger dentro de um estilo musical, talvez optássemos pelo trip-hop, pese embora o facto deste grupo ir mais além, reinventar sonoridades e criar ambientes tão diversos como os que podemos escutar em canções como “Easy M Rework” (a puxar um ritmo latino digno de cabaré) ou “Cover Sleeve” (e o sentimento de deslizante melancolia).



Os Coldfinger editaram, até ao momento, seis álbuns: “ep, 01” (1999), “Lefthand” (2000), “Return to Lefthand (2001), “Sweet Moods and Interludes” (2002), “Supafacial” (2007), sendo que este disco surge após um período de interregno de cinco anos, ao longo dos quais Margarida explorou uma carreira a solo. Finalmente, o álbum “Colfinger & Friends”, recentemente lançado, traz-nos uma prestação dos temas mais célebres dos Coldfinger ao vivo. 

“Coldfinger & Friends” é um disco nascido a partir de um concerto gravado no Music Box, em Dezembro de 2008 e que juntou todos os “amigos” que colaboraram com o grupo ao longo destes anos. Um disco memorável e disponível para download gratuito em http://optimusdiscos.com/discos/coldfinger-friends.

A não perder este regresso de um dos mais vanguardistas e reconhecidos projectos nacionais independentes!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Foto da Semana

Iggy Pop Foto:Annie Leibovitz

Charles Chaplin

 Filme "Luzes da Cidade" na Máquina do Tempo

Link da imagem

O Amor é cego
O amor é cego, não escolhe idade nem classe social. Não é interesseiro, é invisível e arde sem se ver, como tão bem demonstra Charles Chaplin no filme "Luzes da Cidade", de 1931. A película rodada em época de eclosão dos filmes sonoros é centrada numa história de amor simples, inocente, muda, mas que dá muito que pensar. 
Por Irene Leite 
Antes de mais, destaque para o olhar encantador que Chaplin impregna em cada cena do filme. É a filosofia do Carpe Diem, de viver e desfrutar cada momento, normalmente associado a aventuras deliciosamente caricatas. 
Em "Luzes da Cidade" assistimos à história de amor entre uma jovem cega e um vagabundo. O encontro entre os dois decorre de uma forma espontânea, na rua. O jovem fica logo interessado. Ao longo do seu percurso (sempre colorido na atitude) encontra um milionário excêntrico a tentar suicidar-se. Chaplin com a sua alegria habitual incentivou…

The Vaccines gravam novo álbum em Março

O próximo trabalho dos The Vaccines será gravado em Março e conta com a produção de Ethan Johns (Ryan Adams, Kings of Leon).


Justin Young , vocalista do grupo, avançou ao NME que o álbum será lançado ainda este ano.


Até lá...