Avançar para o conteúdo principal

You got Mail -Fevereiro

 Radiohead



 Por António Jorge

O mês de Fevereiro confirma que a Europa e não só, está cada vez mais perfumada com aromas nacionais. Mariza foi capa da prestigiada revista britânica Songlines, numa altura em que a autora do mais recente “Fado Tradicional” iniciou nova digressão mundial, no passado dia dois em Istambul. 

Em Bruxelas, ultimou-se a nova edição de “Diversidad Experience 2010”, um CD multi-cultural feito com vinte vozes de doze países. Valete foi o homem escolhido e o “rapper” nacional, é dos poucos que participa em mais do que um tema. 

Mais a Sul, Rodrigo Leão, ( o nosso Ranger das Teclas ) e Ana Moura ( a Most Beautiful Girl de Prince) actuaram em Paris, no Festival Au Fil des Voix e do outro lado do Atlântico, a propósito da edição que irá celebrar os vinte e cinco anos do mais mediático festival de música, veio a boa noticia; Xutos e Pontapés, Buraka Som Sistema, Rui Veloso e David Fonseca vão estar no Rock in Rio Brasil. E nós por cá gostamos de saber todas estas coisas.

Mas como o Mundo das canções não é só feito de boas notícias e apesar de começarem a surgir bons nomes e outros tantos apelidos para os nossos Festivais de Verão, os Gorillaz, White Stripes e LCD Soundsystem, (que tão bons discos nos ofereceram), confirmaram o fim há muito anunciado. 

Gary Moore partiu e o melhor mesmo, é não dar o benefício da dúvida a Amy Winehouse, Rihanna, Sharon Jones, Mayer Hawthorne e Coldplay, com espectáculos já confirmados em Portugal. Ainda em português nota dez para o Ministério da Cultura, Sociedade Portuguesa de Autores e  Cooperativa de Gestão de Direitos do Artista, que assinaram um acordo para a criação do Gabinete Portugal Music Export; a ideia é promover e vender a música portuguesa fora de portas. 

Importância maior também para a Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações que convidou o músico israelita Yoni Bloch, criador de um novo conceito de vídeos, a explicar a uma vasta audiência nacional, como é que num futuro próximo vamos poder decidir o rumo da história e da canção de um videoclip.

Nota final para a 53ª Edição dos Grammys em Los Angeles (sim, para não variar) que confirmou não só o estatuto de Lady Gaga, mas também os excelentes álbuns dos Arcade Fire e dos Mumford & Sons. Segundo os votantes, Eminem continua a ter várias e fortes costelas negras e os Lady Attenbellum são hoje uns Cowboys com mercado na Europa.

Roger Waters , o homem do Muro,  está a chegar. Até lá vou tranquilamente ouvindo os novos discos dos The Gift, Cristina Branco e obviamente, Radiohead. Quase de fim-de-semana, mas ainda e sempre com a dúvida que todos os anos por esta altura me assalta. É este mês de Fevereiro que sofre de um distúrbio de existência ou faltam folhas à minha agenda?

Valha-nos o Som e a Letra das grandes canções!
 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Sitiados no Luso Vintage

Link da imagem


Sob a égide de João Aguardela, um talento musical falecido em 2009, nasceu nos finais dos anos 80 uma banda que trouxe para o panorama do rock português a música tradicional. Os Sitiados marcaram (e ainda conquistam) gerações, com novos sons e sobretudo, muito talento e atitude.



Por Gabriela Chagas


O tema “Esta vida de marinheiro” (vendeu mais de 40 mil cópias) é um dos exemplos desse novo som da década. Desapareceram em 2000 , mas deixaram-nos a sua herança. Sitiados, a banda hoje em destaque no Lusovintage do Som à Letra foi beber à tendência sonora dos irlandeses The Pogues.


José Resende (Guitarra), João Aguardela (Voz) e Mário Miranda (Baixo), todos eles ex-Meteoros, juntaram-se assim ao baterista Fernando Fonseca.

À semelhança de outras bandas emblemáticas dos anos 80, os Sitiados também marcaram presença no Rock Rendez Vous. Dinamizados por João Aguardela, concorrem ao 5º Concurso de Música Moderna do Rock Rendez-Vouz e ficam em 2º lugar, atrás da banda do seu primo Ar…

Foto da Semana

Iggy Pop Foto:Annie Leibovitz

Cesário Verde

 Link da imagem
Poeta pintor, poeta repórter

Cesário Verde é um poeta do século XIX que se enquadra na estética realista, ainda que nas suas produções poéticas esteja presente a influência de outras correntes como o Parnasianismo, o Impressionismo e o Surrealismo. Para o autor, o mundo externo conta de modo pimacial , e é através da "descrição" deste mundo (mutável e miscelâneo) que lhe podemos conferir a designação do poeta repórter e poeta pintor.

Por Irene Leite 


Recorrendo ao poema ,  "Num Bairro Moderno" , podemos confirmar esse gosto pela descrição: "Dez horas da manhã; uma casa apalaçada ; pelos jardins estancam-se as nascentes". Ao descrever e relatar esta paisagem , o autor recorre à técnica cinematográfica do corte e da montagem de acontecimentos justapostos, ressaltando-se o seu carácter deambulatório , o que nos leva à conclusão de que Cesário Verde é um poeta repórter. 


No entanto, a sua poesia caracteriza-se também pela existência de uma …