Avançar para o conteúdo principal

Espaço "You got mail"


Adele


Link da imagem


Sábado, 31 de Dezembro 2011


Por António Jorge 


Se ainda fosse Natal e não andássemos todos nós troikados com o que diariamente ouvimos e lemos gostaria de ter oferecido durante este ultimo fôlego do ano, por exemplo: os discos dos Osso Vadio, dos ex-Tigres Alexandre Soares e Ana Deus, “Árvore Criminal” de Halloween, (agradável surpresa), ainda “Dá”, de Márcia (a voz que nos encanta algures numa casa em Elm Street) e “These New Countries”, de We Trust e obviamente “ Lioness: Hidden Treasures” de Amy Winehouse. Obrigatório seria oferecer a alguém muito especial, o fantástico “O Fabuloso Marceneiro”, (um dos discos mais importantes e influentes do Fado) reeditado 50 anos depois da primeira edição. Finalmente, se estivéssemos em dia de promoções, provavelmente teria também presenteado um ou outro amigo com as reedições dos Ornatos Violeta e com o novo “ Álbum Bronco” dos Ena Pá 2000.Seria também com todo o prazer que teria oferecido bilhetes para o Fest Mexe e Jazz.pt, bem como para os espectáculos de Rodrigo Leão, Xutos e Pontapés (já fazem matines. São os maiores.) Rihanna e do quase Tuga Bryan Adams. Consola-me saber que para o ano haverá com certeza mais e melhor e por isso guardo os laçarotes e os coloridos envelopes festivos. Independentemente da troika a que temos (ou não) direito, na primeira semana deste Dezembro primaveril Camané, Deolinda e Amália Hoje brilharam ao mais alto nível no Brooklin Academy of Music em New York enquanto que a dupla de dj’s portugueses Kide e Stereossauro, aka  Beatbombers foram eleitos os melhores do mundo no estilo, Scratch/Turntable.

O pódio de 2011 e por esta ordem é de Adele (21 é o disco mais vendido do Séc. XXI), de Israel kamakawiwo (o mais Googlado) e de Rebecca Flack ,que conseguiu que “Friday”, eleita a pior canção de todos os tempos fosse o vídeo mais visto no Utube.
Gostava ainda de dizer duas ou três coisas sobre “Já não estar” fado interpretado por Camané no documentário “José & Pilar” e que foi este mês pré-seleccionado para o Óscar de melhor canção original e ainda para “From the Sky Down”, um outro documentário de excelente qualidade sobre o mítico álbum “Atchung Baby” dos U2. Gostava mas terminou o meu tempo; começou a contagem decrescente, só eu não tenho as doze passas na mão e tenho que juntar-me rapidamente ao grupo. E ainda me falta a nota de 50 euros na mão - Por amor da troika!

Feliz 2012 e que nunca nos falte a boa música!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Foto da Semana

Iggy Pop Foto:Annie Leibovitz

Sitiados no Luso Vintage

Link da imagem


Sob a égide de João Aguardela, um talento musical falecido em 2009, nasceu nos finais dos anos 80 uma banda que trouxe para o panorama do rock português a música tradicional. Os Sitiados marcaram (e ainda conquistam) gerações, com novos sons e sobretudo, muito talento e atitude.



Por Gabriela Chagas


O tema “Esta vida de marinheiro” (vendeu mais de 40 mil cópias) é um dos exemplos desse novo som da década. Desapareceram em 2000 , mas deixaram-nos a sua herança. Sitiados, a banda hoje em destaque no Lusovintage do Som à Letra foi beber à tendência sonora dos irlandeses The Pogues.


José Resende (Guitarra), João Aguardela (Voz) e Mário Miranda (Baixo), todos eles ex-Meteoros, juntaram-se assim ao baterista Fernando Fonseca.

À semelhança de outras bandas emblemáticas dos anos 80, os Sitiados também marcaram presença no Rock Rendez Vous. Dinamizados por João Aguardela, concorrem ao 5º Concurso de Música Moderna do Rock Rendez-Vouz e ficam em 2º lugar, atrás da banda do seu primo Ar…

Cesário Verde

 Link da imagem
Poeta pintor, poeta repórter

Cesário Verde é um poeta do século XIX que se enquadra na estética realista, ainda que nas suas produções poéticas esteja presente a influência de outras correntes como o Parnasianismo, o Impressionismo e o Surrealismo. Para o autor, o mundo externo conta de modo pimacial , e é através da "descrição" deste mundo (mutável e miscelâneo) que lhe podemos conferir a designação do poeta repórter e poeta pintor.

Por Irene Leite 


Recorrendo ao poema ,  "Num Bairro Moderno" , podemos confirmar esse gosto pela descrição: "Dez horas da manhã; uma casa apalaçada ; pelos jardins estancam-se as nascentes". Ao descrever e relatar esta paisagem , o autor recorre à técnica cinematográfica do corte e da montagem de acontecimentos justapostos, ressaltando-se o seu carácter deambulatório , o que nos leva à conclusão de que Cesário Verde é um poeta repórter. 


No entanto, a sua poesia caracteriza-se também pela existência de uma …