Avançar para o conteúdo principal

Som à Letra a banhos ...sonoros

Festival Paredes de Coura


Dia 17



Crystal Castles 


Ao entrar no recinto para uma noite em que decididamente Crystal Castles eram as estrelas, os Quarteto de Bolso davam as boas vindas com música bem fresca e teenager. O primeiro dia em Coura prometia. 

Por Irene Leite

 Apesar de ser um grupo ainda recente (formados em 2009 e com apenas um EP editado), era notório o reconhecimento do público (ainda tímido no recinto) , que se deixou de imediato contagiar pelos ritmos bem contagiantes deste Quarteto de Bolso.. para acompanhar.  


Mas a noite ainda era uma criança e a ansiedade pelos próximos convidados, notória. Omar Souleyman transpirou energia para todos os lados . E se o público estava envolvido (bem aquecido, va) agora era a vez de passar ao primeiro grande êxtase da noite. 



Souleyman garantiu animação ímpar a um publico que não conseguiu parar de saltar, ao som de excêntricos temas. Mas quem disse que o techno árabe não está na moda? Certamente não compareceu no dia 17 ao palco secundário do Festival Paredes de Coura.

De seguida, foi a vez dos Wild Beasts darem a voz ao manifesto. Entre uns temas bem calmos, outros mais mexidos , a audiência  continuava entusiasmada (e bem) com as malhas do grupo. 

O mais recente trabalho da banda, "Smother", brilhou no concerto, com grande destaque para o belo e viciante "Albatross". Temas mais antigos como "Dancin’ On Our Tongues” ou “Hotting & Howling” não foram esquecidos e devidamente celebrados. 


Mas a grande promessa da noite estava a chegar: Crystal Castles.Se com Souleyman havia (grande) energia, com Alice Glass e Ethan Kath houve verdadeira (e intensa) agitação.  Luzes e musica no máximo, saltos em massa, ao som das malhas que embalaram (e de que maneira) 2010. Celestica e a Not in love (aqui sem Robert Smith) ,mas igualmente viciante, garantiram publico entusiasta e fiel até ao final da noite.


Seguiu-se Vladimir Dynamo, animando ainda mais a primeira noite do festival, até de madrugada. 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Emissão Nº 3-Três às Sextas

Ingrid Michaelson

Link da imagem

Ingrid Michaelson é uma cantora com um cartaz de estilos que vão do Folk ao Pop. Gosta de cozinhar mas vive para a musica e nela demonstra uma grande versatilidade. Ritmos "catchy" que falam, invariavelmente, das típicas relações... Não é por isso que a musica de Ingrid é menos boa e não deixa de merecer um lugar neste programa.
Por Thomas Anahory 

Musicas: Sort Of - do àlbum "Everybody" ;  Parachute - Single You and I - do àlbum "Be OK"

Miguel Esteves Cardoso em Dá que pensar...

"Para uma família ser feliz, é necessário haver sedução. Os filhos têm de ser charmosos para encantar os pais, os pais têm de se esforçar para educarem convincentemente os filhos. E marido e mulher, caso queiram permanecer juntos, têm de passar a vida inteira a engatar-se. O mal da família é a facilidade. É pensar que aquele amor já é assunto arrumado."